quarta-feira, 14 de setembro de 2011

O Segredo do Bosque Velho (Dino Buzzati)

O vento é forte e a malícia dos homens continua tão gelada como a neve que se instala nas nossas árvores.
Caminho, sozinha, pelo bosque que sempre senti ser meu. A magia criada não é explicada senão pelo sentir do coração.
Hoje, que não estás, compreendo afinal que essa magia estava também no brilho dos teus olhos, nos passos que corriam velozes ao meu lado, na sintonia dos pensamentos e no silêncio das palavras certas.
Descobri o segredo.
Tarde demais?


Ao som de: We Cry (The Script)

JC

Sem comentários: