domingo, 6 de janeiro de 2013

"A Viagem de Felicia" (William Trevor)

Apesar de outros livros que gostaria de comentar, o primeiro livro que li de William Trevor arrebatou-me severamente, de tal modo que aqui estou.
Desde as personagens, ao início de uma história contornada pela simplicidade, vai assombrando o leitor pela ingenuidade de Felicia e pelo lado sombrio do Sr Hilditch.
Permite questionar o valor de cada passo dado e a infinidade de caminhos possíveis. A imprudência da adolescência e o fim da inocência, para sempre, em Felicia. E em tantas outras.
Ao longo das ruas, na procura desesperada de um amor que prometeu mundos e fundos, do outro lado da estrada, há outros perigos subtis, mas em nada menos pesados e perigosos. Ocultos. Ansiosos. Loucos.
Cegos à certeza do fim do sonho.
Tenso.
Como alguém disse, magistral.
 
 

Em www.wook.pt: «És linda», disse-lhe Johnny e, então, cheia de esperança e com apenas dezassete anos, Felícia atravessa o Mar da Irlanda para Inglaterra ao encontro do seu amado, para lhe dizer que está grávida. Desesperadamente em busca de Johnny nas desoladoras Midlands pós-industriais, ela é, pelo contrário, encontrada pelo Sr. Hilditch, um estranho e solitário homem, um coleccionador de jovens raparigas perdidas...

Sem comentários: