segunda-feira, 13 de janeiro de 2014

Para Sempre (Susanna Tamaro)

 
Apesar de não apreciar a obra da Susanna Tamaro, este «Para Sempre» é um livro capaz de ficar na memória pelo tema que é impresso: o luto.
Aliado ao luto, o enredo em que a autora envolve o leitor permite abrir porta a muitas questões interessantes, deixando o coração aflito a muitas delas, incapaz de respostas. Acredito que a mais pungente seria mesmo: "Até onde te leva o medo em não acreditar teres sido verdadeiramente amado?"
Até onde nos levará esse medo é a jornada que o leitor tem pela frente, quando se confronta com este pequeno livro. Pequeno livro, grande mensagem. A ideia de um mal-entendido ou tão simplesmente falta de crença, ou ainda, puro egoísmo, acaba por se traduzir em más escolhas, incapazes de serem revertidas no tempo.
Escolhas permanentes, incapazes de alterar o presente que agora corta ainda mais a certeza de mudar as possibilidades de um futuro, para sempre, comprometido.
 
Recomendo.
 
Muitas leituras.
 
Ao som de: Snow Patrol | Chasing Cars
 

Sem comentários: