domingo, 21 de dezembro de 2014

Espera por mim (Gayle Forman)

Esta é a continuação de «Se eu ficar», livro que narra a história de Mia, a adolescente que após perder a sua família num acidente de viação, e acordar do coma, se vê agora confrontada com uma série de escolhas em nada fáceis de assumir. Entre elas, o amor por Adam e a sua dolorosa presença. Associada a recordações que não quer ter.
Confesso que estamos perante o chamado livro pipi. O livro fofinho. Livro algodão doce. O que quiserem. Uma espécie de livrinho leve que narra uma história trágica com amor adolescente à mistura que, apesar das adversidades, tem o seu previsível "final feliz".
Mais do que isto poderei dizer que o livro tenta sublinhar as dificuldades do luto, os seus estádios inerentes, a inevitabilidade da vida e a urgência em superar as mazelas que esta, irrevogavelmente traz.
De forma global, estes dois livros, com uma escrita muito acessível e direta, permitem ao leitor momentos descontraídos com uma pequena, triste e simultaneamente feliz história de amor entre dois jovens ligados pela música e pela tragédia.
 
 
 
Boas leituras.
 
 

7 comentários:

Kel disse...

É tão verdade....

Denise disse...

Olá Kel :)

Estás a referir-te à citação não é? A formatação da página do blogue leva ao engano na parte dos comentários, que é em cima e não é baixo como habitualmente :P

É mesmo verdade não é? Sempre uma reflexão de si, não de nós. Gosto muito.

Beijinhos e boas leituras!!

Kel disse...

Sim, era da citação. A formatação enganou-me mesmo!!! Mas gosto imenso do visual novo :D
Beijinhos

ℒιℓιαηα ಌ disse...

Ai ai o "spoiler", então foste dizer que este livro tem um final feliz?
Isso é a questão da sinopse! :O

Por acaso já o li, se não ficaria mesmo frustrada porque devo ser das poucas pessoas que não me choca nada finais trágicos e este aqui, comparado com o primeiro, para mim, não teve nada a ver, gostei mais do "Se eu ficar", nem se compara... Acho sinceramente que a autora só não deu um final trágico por causa dos fãs, porque tudo na escrita aponta para isso mesmo... deveria de ter tido um final menos previsível...
Foi como no Harry Potter... 10 anos à espera para saber como acaba, os últimos livros brutalissimos, violentos, cheio de mortes e suspense, e o final, o "x anos depois"... sério?

Estive eu DEZ ANOS (!) à espera para o final ser aquilo? Tanto que eu ouvi dizer, na altura que supostamente o Harry Potter, pela autora, deveria de morrer, mas houve tantos putos a fazerem fita e quase se matavam eles se o Harry morresse que deu na bela xxxx que deu...
Mas pronto... fiquei desiludida e chocada com a continuação, quando fiquei completamente agarrada ao primeiro :/

Denise disse...

Olá Liliana!

De facto, poderia ter assinalado essa questão como um spoiler.
Mas sabes, são livros realmente previsíveis, tão previsíveis que nem tal coisa me passou pela cabeça.
Acredito que à medida que foste lendo o livro não ficaste muita admirada ao perceber que, afinal, oh! a coisa ia acabar bem ;)

Não li Harry Potter por isso não li o teu comentário até ao fim. Ainda tenho esperança de o ler, quem sabe?

Obrigada pela tua visita e muitas leituras!
Beijinhos

ℒιℓιαηα ಌ disse...

OMG!!! Eu a falar de ti e fui fazer spoiler do Harry Potter sem me dar conta!
Se corrigires o post podes apagar os meus comentários que eu comento outra vez! =P

Denise disse...

;) Não te preocupes, Liliana.
Não tem problema algum.

Beijinhos e muitas leituras!