quinta-feira, 4 de maio de 2017

A ler Antal Szerb


 
"(...) Amo-te porque me pertences,
amava-a porque não me pertencia,
o amor que sinto por ti dá-me confiança, segurança e força,
o amor que sentia por ela humilhava e aniquilava-me..."
 
In "Viajante à Luz da Lua"
 
 
A roer-me para não fazer comentários sarcásticos.
Acho que acabei de o fazer.

Sem comentários: