sexta-feira, 18 de outubro de 2013

A Última Amante de Hachiko (Banana Yoshimoto)



O amor está muito presente neste livro. Enfim, posso dizer que se trata, na minha opinião e forma de análise, como o processo  e diferentes etapas de quem vive o amor: as suas intensidades e ilusões inerentes, de certa forma.
A protagonista da história está deslumbrada por Hachiko, e tudo aquilo que este rapaz representa na sua vida pouco apetecível, vinda de uma família ligada ao sobrenatural e que rejeita de uma forma peculiar...
Etapas do amor, o deslumbramento, misticismo, o tempo presente brindado pela companhia dessa referência que cura corações partidos, e enfim, o momento de preparar o coração, mais uma vez, para uma despedida anunciada.
Foi basicamente a mensagem que consegui apurar deste livro da Banana... no entanto, não consigo deixar de referir que "Adeus, Tsugumi" me marcou muito mais, na própria escrita e na história em si, mais profunda e rica.
 
Aqui fica a opinião, que como se pode notar, não é muito, muito positiva...
 
Boas leituras!
 
 
Ao som de: Muse "Undisclosed Desires"
 
 
 
www.wook.pt: Romance que reúne o Japão das seitas e a Índia da ascese e do misticismo. Mao é uma rapariga que vive numa comunidade religiosa centrada na figura carismática da avó, curandeira e vidente. Esta seita, após a morte da fundadora, começou a trair os seus ensinamentos e a transformar-se numa comunidade de acólitos exaltados e fundamentalistas. Mao, dotada de alguns poderes sensoriais e de um singular talento artístico, afasta-se cada vez mais deste ambiente,e acaba por ir viver com Hachi, ao qual está ligada por uma profecia de amor e misticismo. No entanto, a sua relação não está destinada a durar. O inevitável fim desta história de amor assinala para Mao o fim da adolescência e a passagem para uma nova percepção mais equilibrada da existência.
 


Sem comentários: