segunda-feira, 8 de maio de 2017

leite e mel (rupi kaur)

O primeiro livro de rupi kaur brinda-nos com um conjunto muito cuidado de poesias sobre o amor, o abuso, a perda e outros temas que, diluídos, se podem misturar naqueles primeiros. Basicamente, a poesia de rupi kaur fala do amor e das suas inevitáveis ramificações, não necessariamente felizes, mas com promessas de uma cura.
 
Nem sempre é fácil concordar com tudo aquilo que nos entra pelos olhos adentro. Há aqui poesias belíssimas, outras, que nos provocam a língua, a querer contrapor. Acredito que o objetivo maior da poesia, mais do que sensibilizar para a beleza da palavra, da fonética e tudo o que mais se lhe reveste, é provocar - nos mais diversos sentidos - quem decidiu ler.
 
Eu li. E decidi que vale a pena desafiar outros leitores a sentirem-se provocados pelas palavras de rupi kaur. Ela sentiu a poesia como fonte de cura, de validação e sobrevivência.
Se não tem alma pequena, acredito que valerá a pena.
 
Boas leituras.

2 comentários:

Rita disse...

Numa das minhas últimas visitas à livraria, peguei nesse livro e li alguns poemas. Imediatamente senti a força das palavras da autora, mas também muita tristeza e dor. Acabei por não comprar o livro com receio de que fosse demasiado "pesado" e não era esse tipo de leitura que queria (na altura).
Depois de ler este post, senti o arrependimento por não ter trazido o livro comigo. Obrigada pelo incentivo, vou definitivamente querer lê-lo :)

Denise disse...

Ooooh, Rita! :) Muito obrigada.
É muito bom podermos influenciar uma pessoa a pegar num livro.
Vale tudo!
Espero que gostes. Acredito que compensará o receio.

Beijinhos