terça-feira, 3 de janeiro de 2017

Estante de Serviço #7

 



Cuidado, falta de
__________
 
O Principezinho
Antoine de Saint-Exupéry
 
Se o leitor vivesse num planeta tão pequeno como o planeta do Principezinho, o Asteroide B612 - tão pequeno que, se levasse para lá uma manada de elefantes, teria de os pôr uns por cima dos outros; que teria de ter muito cuidado, depois de acabar de se lavar e vestir todas as manhãs, para arrancar quaisquer rebentos de embondeiros que tivessem surgido à noite, senão eles atravancavam o planeta todo; e que num dia se via o pôr-do-sol quarenta e três vezes, bastava mudar a posição da cadeira; estaria a viver uma vida simples que lhe inculcaria o hábito de ter cuidado. Regaria todos os dias a única flor que crescia no seu planeta e nunca se esqueceria.
Dar-se-ia ao trabalho, antes de partir em viagem, de varrer os seus vulcões, mesmo o que está extinto. Porque saberia que é o tempo e o cuidado que dispensa às coisas que as faz importantes. E que, se não tiver esse cuidado, acordará um dia rodeado de coisas tristes, por se sentirem irrelevantes.
Seja qual for o tamanho do seu planeta quando começar a ler «O Principezinho», garantimos que, no fim, ele terá encolhido e ficado muito mais parecido com o Asteroide B-612. E que, a seguir, viverá a sua vida com mais cuidado.

Um dos melhores livros do mundo.

5 comentários:

Isaura Pereira disse...

Adoro!!! :)
Beijinhos e boas leituras

Beatriz disse...

Olá, Denise!
Também gosto muito do livro.
Não é por acaso que tenho uma t-shirt, um saco de tecido, um chapéu-de chuva e uma carteira (ou mala):)
Pena que por vezes noções tão básicas e importantes fiquem esquecidas na "tralha dos dias".
Beijinho.
Boas leituras!

Tim disse...

é um bom livro

Denise disse...

Olá Isaura
Também! Fico tão contente quando vejo pessoas assim deslumbradas por este livro :)
Beijinho!

Beatriz!
Não sou a única "maluca", que bom saber! :)) Tenho uma coleção infinita, até um baralho de cartas (risos). O livro com a mensagem mais linda do mundo. Pena, como dizes, ficar tão facilmente esquecida.
(Chhhh, estou a gostar de Proust... apesar da leitura ir lenta dado o trabalho e afins. Já começaste?)
Beijinho!

Tim
É sim! :)
Beijinhos

Beatriz disse...

:)
Ainda não comecei.
Optei por começar o ano com outro. Estou quase a terminá-lo e ainda não estou certa se hei-de atacar de seguida Proust ou não. Dúvidas!
(Pequena dica que me foi dada: Para nos habituarmos um pouco ao estilo, aconselharam-me a começar por "Um amor de Swann", pág 201 no meu, e após a leitura iniciar o livro propriamente dito. Se sentir dificuldades seguirei o conselho, caso contrário, farei o normal.)
Que bom estares a gostar.
Beijinhos.