domingo, 13 de novembro de 2011

A Menina do Farol (Jeanette Winterson)

Hoje, só quero que me contes uma história.
O poder das histórias na nossa vida é como uma lufada de ar fresco. É a lufada de ar fresco que preciso neste momento.
Agora. E vou respirar sem doer!





Ao som de: The Man Who Can't Be Moved (The Script)


Sobre o livro: Silver é uma órfã, um barco sem âncora, criada num farol por Pew – um faroleiro cego e sem idade – , que lhe conta histórias e revela que o mundo é feito de histórias. Como a de Silver, que se cruza com a do Reverendo Babel (que viveu na sua aldeia cem anos antes), a de Robert Louis Stevenson, a de Charles Darwin, e também a de um Dr. Jekyll e um certo Sr. Hyde... Em A Menina do Farol, Jeanette Winterson dá provas de um talento indiscutível, com uma invejável mestria de um lirismo intimista. Uma das autoras mais originais da sua geração, Winterson cria neste livro uma fábula moderna acerca do poder transformador da própria narrativa. «Trata-se sem dúvida de uma das vozes narrativas mais interessantes da Europa actual.» ABC Cultural

Sem comentários: