sábado, 15 de setembro de 2012

Antes de nos encontrarmos (Maggie O'Farrell)

Hoje sonhei com este livro. Há com cada coisa. Especificamente com este livro.
Já o li há uns anos, em 2009 talvez.
Ela. Uma necessidade urgente de fuga, não interessa para onde, mas essa urgência empurra. Empurra. Empurra.
Ela vai, e continua a fugir por uma estrada sem fim, apenas com a urgência nas pernas e o peso que só os segredos conseguem conceder.
Ele. Uma ansiedade no coração, amarras às quais jamais se quis comprometer.
Um caminho desconhecido. Um encontro. Uma mudança. O medo de tecer novos segredos. Depois se de encontrarem.
 
 
Ainda guardo as nítidas imagens deste livro. Como um filme a passar. Como as paisagens a passar enquanto andamos de carro. Há tonalidades cinzentas que guardo deste livro. Uma mensagem curiosa que ficou. Segredos que ficam, porque o são. Têm de ficar na alma. Ou com alguém, que (ainda) não se encontrou.
 
 
 
 
Ao som de: Hurts "Stay"
 
 
Sinopse www.wook.pt:  Stella e Jake estão separados por milhares de quilómetros; ela vive em Londres, e ele em Hong Kong. Nada sabem acerca da existência um do outro, mas, um dia, no mesmo instante, ambos vão viver experiências que os levarão a deixar tudo para trás e, sem o saberem, a encurtar a distância geográfica e emocional que os separa, ao encontro um do outro e de si mesmos. Começa assim uma narrativa em que, pouco a pouco, nos são desvendadas duas histórias, que percorrem várias gerações, sobre identidades desenraizadas, os laços que nos unem e o apelo inconsciente do passado e dos seus segredos.
 


Sem comentários: